ARTIGOS

 
14 - A Igreja em CÚlulas e os Evangelistas

Por Mario Vega
Em 26 de Agosto de 2016

O sistema celular tem a habilidade de reunir centenas ou milhares de pessoas nas casas toda semana. O número de pessoas alcançadas através das células é semelhante ao que evangelistas conseguem reunir em seus eventos evangelísticos. É um esforço evangelístico amplo e constante. Uma igreja em células precisa de evangelistas quando ela tem resultados tão amplos sem os custos de realizar grandes eventos? A resposta é sim. O ministério de evangelistas não é um acontecimento humano, mas um dom que o Senhor Jesus deu para a Sua Igreja. Levando em conta que a igreja do Novo Testamento se encontrava nas casas, é claro que o modelo bíblico inteiro é o evangelista que serve na igreja em células.

De fato, os resultados de um evangelista são capitalizados melhor quando a igreja é uma igreja em células. A razão é que a igreja em células é mais preparada para cuidar melhor dos novos convertidos  do que uma igreja tradicional. O que uma igreja tradicional faz com 300 novas conversões, em um único dia, com um evento evangelístico?

Contudo, para uma igreja em células, cuidar de 300 novos crentes é fácil: eles são distribuídos entre as células. Se a igreja tem 100 células, isso corresponde a uma média de 3 novos convertidos por célula. Esse é um número fácil de lidar e, por causa do caráter da célula, os novos convertidos poderão ser discipulados continuamente.

Essa é a forma que Deus projetou Sua igreja. Podem haver outras maneiras de ganhar pessoas para Jesus. Mas se nós queremos seguir o modelo do Novo Testamento, evangelistas trabalham melhor quando a igreja é uma igreja em células.

 




Artigos por tema




Artigos por Autor